30 de dezembro de 2009

Não seja um escravo do seu final

video


Uma organização ateísta lançou uma série de comerciais que nos faz refletir sobre o efeitos negativos que as religiões e o fanatismo podem trazer para a sociedade e sobre a impiedosa discriminação que sofrem os ateus.

O assunto é delicado, mas com muita inteligência e criatividade, os comerciais super bem produzidos servem de contrapeso à enxurrada de propagandas religiosas e também como ponto de partida para um questionamento sobre que tipo de sociedade nós queremos.

Este comercial mostra claramente que, no fundo, o que todo ser humano deseja é poder viver mais, prolongar sua existência, seja aqui ou no além.

E por causa desse simples desejo, as pessoas fariam qualquer coisa por ele, inclusive ter fé, adorar, rezar, odiar, brigar, chorar, morrer e até mesmo matar. É exatamente tudo o que as religiões esperam de seus fiéis em troca da eternidade.

Nós permitimos que o desejo de viver mais nos divida, nos controle, justamente quando deveria ser o contrário. A fração de momento que é nossas vidas e que compartilhamos com outras pessoas que também estão aqui nesse momento, é o que faz nossa existência tão especial.

Essa existência deveria nos unir, nos completar. Deveríamos vivê-la plenamente, ao máximo, com alegria e amor, pois quando o nosso momento final chegar um dia, se for realmente o final, que assim seja! Simples e pacífico. A vida continuará em outras pessoas, animais e plantas.

Em resumo, o vídeo nos alerta que a vida tem que ser vivida agora, aproveitada agora, realizada agora. Jamais devemos viver em função da morte, ou de uma suposta vida além dela, de uma eternidade de gozo e alegria prometida para depois.

Pois ao fazermos isso, simplesmente estamos desperdiçando e arruinando a nossa vida de agora, a única que temos e teremos, e deixamos a verdadeira felicidade escapar.

29 de dezembro de 2009

O site mais caro do mundo é o da igreja universal de Edir Macedo


Você pensa que administrar um site é fácil? Muito pelo contrário, é bastante complicado. Mas a grande vantagem é que o investimento inicial é barato, quase nada.

Depois, conforme o projeto vai crescendo, chega a hora de fazer investimentos maiores, que poderão até lhe trazer lucros.

Mas imagine se o seu site tivesse despesas de R$ 107.622,00 por mês? É o que custa o site Arca Universal, do Bispo Edir Macedo.

As despesas incluem serviços de hospedagem, salários dos funcionários, serviços de imagem e até água, luz e telefone (do site).

Mas é claro que ele não divulgou estes valores sem motivo. Ele quer que os leitores contribuam para ajudar a pagar as pesadíssimas despesas do site.

“Como vocês estão vendo, estamos disponibilizando, cada vez mais material, não só para o crescimento espiritual dos nascidos de deus, como também tentando ajudar aqueles que o querem… Se você tem sido beneficiado nesse trabalho e deseja participar do mesmo, você pode ajudar com um pouco que, somado a outro pouco, vai ajudar a pagar as despesas da nossa página.”

E olha que nessa conta ainda não entra o gasto exorbitante com o óleo de peroba...

28 de dezembro de 2009

Pastor que morreu com facada no coração dá testemunho na igreja


Zombando descaradamente do tiquinho de inteligência que seus fiéis ainda poderiam ter, essa igreja subverte completamente a lógica e anuncia que um pastor que morreu com uma facada no coração estará na igreja hoje à noite para falar um pouco da sua experiência.

A justificativa para ele estar vivo depois de ter morrido é que ele recebeu um milagre, óbvio. Afinal, milagre pouco é bobagem. Por isso, nossas obreiras vão passar a sacolinha agora. Sejam generosos com a obra do senhor!

27 de dezembro de 2009

Indiano corta a língua em oferenda ao deus Shiva


Mais um daqueles casos onde a religião faz uma pessoa razoavelmente normal cometer um erro do qual pode se arrepender pelo resto da vida.

A polícia disse que Mukesh Kumar, de 28 anos, cortou a própria língua com uma lâmina de barbear em um templo no estado de Uttar Pradesh, dedicado ao deus Shiva, a quem ele a ofereceu para que pudesse ter um filho.

Kumar foi levado ao hospital por outros devotos. Os doutores dizem que ele está fora de perigo, mas provavelmente sofrerá problemas sérios de dicção.

O inspetor de polícia R. P. Mishra acrescentou ainda que Kumar permaneceu sem filhos mesmo após mais de quatro anos de casamento.

“Devoto ardente do Senhor Shiva, Kumar, nervoso, deixou sua casa ressentido após ouvir o boato de que sua esposa não poderia conceber. Ele foi até o templo, onde ofereceu sua língua para a deidade.”

26 de dezembro de 2009

Mulher tenta matar criança e bota a culpa no diabo


Na madrugada do dia 13 de janeiro de 2010, a dona de casa Tatiana Cavalcanti Lins, de 23 anos, foi presa sob suspeita de jogar o filho contra a parede, em Guarulhos.

A criança de 1 ano foi internada, mas não respondia a estímulos e acabou morrendo três dias depois. A polícia foi chamada e, ao chegar no local, encontrou várias pessoas tentando linchar a mulher.

Ela havia dito primeiramente que desmaiou com a criança no colo, caindo em cima dela, por volta de meio-dia, e que só acordou quando o marido, de 23 anos também, chegou para almoçar uma hora depois.

Os parentes e os vizinhos da criança a levaram para o hospital, onde ela foi direto para a UTI. De acordo com o médico e com o delegado, a queda não poderia ter feito o afundamento do crânio da criança daquela maneira.

A mulher contou para o marido e para o sogro que havia visto o vulto de um homem, com bota, de capa preta e chifres, que disse que já tinha lhe tirado um filho e que agora levaria o outro.

Tatiana teve gêmeos, porém, uma das crianças morreu ainda no hospital. Segundo relato da dona de casa, o homem pegou o filho, o jogou na parede e depois a empurrou.

Ou seja, depois de confrontada, ela tentou botar a culpa no demônio. Uma atitude não muito inteligente.

Os vizinhos dela, que também são religiosos e deveriam acreditar no diabo, estranhamente não acreditaram na versão da mulher, tanto que tentaram linchá-la ali mesmo.

A avó alega que a mulher tem problemas mentais e chegou a sufocar o menino deitando em cima dele quando ele era bebê. A avó na época tentou obter a guarda da criança, mas não conseguiu.

25 de dezembro de 2009

É hora de parar a discriminação

video


Uma organização ateísta lançou uma série de comerciais que nos faz refletir sobre o efeitos negativos que as religiões e o fanatismo podem trazer para a sociedade e sobre a impiedosa discriminação que sofrem os ateus.

O assunto é delicado, mas com muita inteligência e criatividade, os comerciais super bem produzidos servem de contrapeso à enxurrada de propagandas religiosas e também como ponto de partida para um questionamento sobre que tipo de sociedade nós queremos.

Este comercial mostra um homem ateu sendo discriminado e isolado por todos os seus colegas de trabalho. Toda vez que isso acontece, é como se ele levasse um tapa no rosto.

A propaganda ainda diz: "não importa nossa aparência, como falamos, nossa cor, não importa quem somos, porque no fim, somos todos iguais por dentro. Todos sorrimos, todos choramos, todos sentimos alegria, todos sentimos dor. É hora de começar a olhar para quem somos por dentro. É hora de parar a discriminação".

23 de dezembro de 2009

Piloto que começou a rezar enquanto avião caía é condenado na Itália

Chafik Gharby

Um piloto acusado de ter começado a rezar no lugar de tomar medidas de emergência para evitar que seu avião caísse foi condenado a dez anos de prisão por um tribunal italiano em 2009.

O tunisiano Chafik Gharby estava no comando de um avião da companhia aérea Tuninter quando a aeronave teve problemas e acabou caindo no mar na costa da Sicília, em agosto de 2005, matando 16 das 39 pessoas a bordo.

O tribunal considerou que um problema no contador de combustível foi em parte responsável pelo acidente. O piloto, no entanto, foi condenado a 10 anos de prisão por homicídio culposo, de acordo o jornal italiano "La Repubblica".

Segundo os promotores, quando os motores do avião começaram a falhar, o piloto entrou em pânico, começando a rezar no lugar de tomar as medidas de emergência.

Depois disso, ele teria optado por fazer um pouso forçado no Mar Mediterrâneo ao invés de tentar alcançar o aeroporto mais próximo.

Outras seis pessoas, incluindo o copiloto e o presidente da companhia aérea, foram condenadas a penas que vão de oito a dez anos de detenção.

Os réus, no entanto, ainda podem apelar das sentenças e permanecerão em liberdade até que o processo termine.

O bimotor da companhia Tuninter viajava da cidade italiana de Bari para a ilha de Djerba, na Tunísia, no dia 6 de agosto de 2005.

Após ficar sem combustível, a aeronave caiu no mar, a cerca de 13 km da costa da Sicília. Dos 34 passageiros e cinco membros da tripulação, apenas 23 sobreviveram.

Muitos tiveram que nadar para se salvar, enquanto outros se agarraram a partes flutuantes da fuselagem.

A Comissão Italiana de Segurança em Voos descobriu que o avião ficou sem combustível porque não foi completamente abastecido antes de deixar Bari.

Isto teria acontecido por causa de um problema no contador de combustível que, havia sido instalado no dia anterior.

O aparelho instalado havia sido fabricado para a utilização em aeronaves do mesmo modelo, mas com tanques de combustível menores.

Mas vem cá, todos sabemos que ele só foi condenado pela justiça italiana porque rezou para Alá. Se tivesse rezado para deus, para o papa e para a virgem maria, seguramente seria absolvido pelos juízes italianos, né? Iriam dizer que é uma reação natural em momento de desespero.

22 de dezembro de 2009

Fundador da Igreja dos Jedis foi expulso de um supermercado


Morda Hehol ou melhor, Daniel Jones, de 23 anos é o fundador da Igreja dos Jedis.

Pois Daniel entrou em um supermercado na cidade de Bangor, no norte do País de Gales, quando foi abordado por um funcionário que lhe disse que o capuz que usava sobre a cabeça era contra as normas da casa e pediu que o removesse.

O messias de aproximadamente 500 mil seguidores se revoltou e disse que aquilo ofendia sua fé e agora ele ameaça processar a rede de supermercados Tesco.

Através de comunicado à imprensa, a rede lembrou que os mais famosos cavaleiros Jedi, Obi Wan, Yodda e o próprio Luke Skywalker, não vestiam seus capuzes em público.

Liberdade religiosa é isso, tem que ser respeitada a todo custo.

21 de dezembro de 2009

Cônsul do Haiti no Brasil diz que todo africano é amaldiçoado


Diante de um repórter do SBT Brasil, antes da entrevista sobre o terremoto começar, o cônsul do Haiti George Samuel Antoine, foi pego dizendo: “A desgraça de lá está sendo uma boa pra gente aqui, fica conhecido. Acho que de tanto mexer com macumba, não sei o que é aquilo... O africano em si tem uma maldição. Todo lugar em que tem africano tá f…”

Mas por que então não há mais terremotos na África do que no outros continentes? Afinal, que lugar tem mais africanos no mundo que a África? O mapa acima foi elaborado pela NASA e mostra os epicentros dos terremotos de 1963 a 1998.

Além disso, o Haiti não fica na África e seu povo é apenas descendente de africanos, assim como quase 50% do povo brasileiro. Por que então no Brasil não tem quase nenhum terremoto?

O cônsul tem mais de cem parentes no Haiti e não tem notícias deles. A julgar pelas suas frases anteriores, eles não está muito preocupado com isso e talvez até esteja torcendo para os macumbeiros terem morrido.

Super religioso, o cônsul reza e se apega com vários terços para tentar reverter os efeitos da tragédia.

Assista aqui ao vídeo do cônsul do Haiti.

20 de dezembro de 2009

Pastor Pat Robertson diz que pacto com o diabo causou terremoto no Haiti

Pat Robertson

A visita da secretária de Estado Hillary Clinton ao Haiti busca dar ênfase ao empenho do presidente Barack Obama, que tem falado ao país diariamente sobre a tragédia e chamou Bill Clinton e George W. Bush para um esforço extra.

Mas nos EUA é notória e constrangedora a insensibilidade de personalidades, políticos, religiosos e profissionais da mídia em relação ao Haiti.

Apesar de se julgar teólogo, filósofo e sábio, o tele-evangelista Pat Robertson é capaz de asneiras monumentais.

No último dia 13/01 declarou que a causa da pobreza e das tragédias do Haiti é um pacto com o diabo feito há dois séculos pelos escravos negros: em troca da vitória deles na rebelião de 1804 contra a escravidão e o controle dos colonos franceses, segundo a versão, passaram a servir ao senhor das trevas – e por isso foram amaldiçoados.

Tal idiotice virou tema de debates em talk shows das redes de TV a cabo dos EUA. No passado o mesmo Robertson vendeu milhares de fitas VHS acusando o casal Clinton de homicídio, pediu que assassinassem Hugo Chávez, chamou o profeta Maomé de terrorista, ganhou uma mina de ouro do ditador liberiano Charles Taylor (hoje acusado de crimes de guerra) e disse que o 11/9 foi castigo divino por causa das feministas, dos Gays e do aborto.

Por sua vez, Rush Limbaugh, extremista de direita e apresentador de talk shows no rádio, conclamou as pessoas a negarem doações ao povo do Haiti. “Já doamos antes. Chega de jogar dinheiro fora”.