20 de junho de 2010

Filha de Testemunha de Jeová se mata por ser impedida de dançar na escola

A religião tirou a vontade de Izis Karina viver

Não se tratava de uma balada, dessas em que os jovens consomem álcool e outras drogas. Era uma simples apresentação do grupo de dança da escola Padre João Greiner, em Campo Grande - MS, com a presença de familiares dos estudantes e professores.

Mesmo assim, Izis Karina de 16 anos, que já tinha ensaiado, foi impedida pela sua mãe de se apresentar no grupo. A mãe é Testemunha de Jeová, uma religião segundo a qual deus não gosta que as pessoas dancem, se expressem corporalmente, que se mostrem alegres, felizes. É pecado.

No dia do evento, Izis telefonou para suas amigas do segundo ano do ensino médio para dizer que não iria. A jovem lamentou sua ausência e pediu desculpas. Ela deve ter sentido de novo vergonha da estupidez de sua família. Mas foi a última vez.

Depois do telefonema, Izis se matou com um tiro no peito. A arma do suicídio era provavelmente do pai.

No blog Ex-Testemunhas de Jeová, Pascoal Naib, ao comentar o caso, escreveu que os filhos dos TJs são proibidos de comemorar aniversários e participar de festas, torneios esportivos e eventos culturais. É como se fosse proibido viver. E para Izis, de fato foi.

Fonte: E-Paulopes

5 comentários:

  1. oi, nao sei quem é vc, mas primeiro, a Izis nao fez o que fez por causa de uma simples dança, segundo, a mae dela nao à proibiu de dançar, terceiro, o nome da cidade é campo grande - MS, quarto, o nome da escola é Padre Joao Greiner, quinto o fato aconteceu na segunda feira dia 07 de junho de 2010 e nao no domingo, sexto, vc nao tem base nenhuma para escrever coisas da vida da minha amiga e da familia dela, de fato essa fatalidade nos comovel muito, mas o nome da IZIS, que foi uma das minhas melhores amigas, nao é uma simples palavra q pd estar na boca de qualquer um. entao, visto q vc nao obteve informaçoes corretas acredito q é melhor q nao deixe com q permaneça essa falsa noticia aqui, ok... obrigada

    ResponderExcluir
  2. É mesmo? Vc é amiga ou Testemunha de Jeová? Não dá para ser as duas coisas, as Testemunhas encobrem os erros da religião, se for possível, uma pessoa totalmente isenta da doutrina TJ deveria postar o que de fato ocorreu.
    Vindo de TJs, qualquer informação sobre erros que ocorreram é suspeita, eles SEMPRE defendem a própria religião, sentimentos e amizade vem sempre depois, bem depois.
    Se voce provar isso, tenho certeza que a matéria é tirada do blog.

    Josita

    ResponderExcluir
  3. Essa mãe destruiu a vida da própria filha devido a idéias retrógadas e sem fundamentos, sinto pena dessa mulher!

    ResponderExcluir
  4. vcs acham que tudo é culpa das TESTSMUNHAS DE JEOVÁ que a religião é um TALIBÃN que não pode fazer nada que nãp pode dançar que não pode... que não pode...fiquem sabendo fui cinco anos dessa religião sai por livre espontanea vontade assim como entrei e não vi nada que desabone as pessoas pode ter um ou outro fanatico xarope mais isso tem em todo lugar e classe social, sem mais quem não conhece deveria calar a boca

    ResponderExcluir
  5. Pesquisem primeiro antes de falar...proibir dança?! Nada a ver sou estudante e já fiz muitas apresentações na escola...
    Não quero arrumar briga mas eu peço sinceramente que antes de sair por aí falando cvs com uma testemunha de Jeová batizada...ou então entre no site...e depois que vocês realmente souberem oque falar aí sim venham comentar acontecimentos...e isso serve também para o dono do blog...ninguém se mata por culpa de ninguém quantas pessoas não passaram por dificuldades realmente significantes e não se mataram por isso...a culpa não foi da mãe da garota e antes de falar mal dela tentem pensar na falta que ela sente da filha...

    ResponderExcluir